domingo, 7 de maio de 2006

Como tudo começou......


Foi em 2005 que tudo começou!
Tratamentos falhados uns atrás dos outros, desilusão, angústia, tristeza e muitas lágrimas......
Os anos começavam a passar e os tratamentos para tentar engravidar não estavam a resultar!!
O meu marido é que deu o primeiro passo e começou aos poucos a falar em adoptarmos uma criança, os médicos com quem falava,também começaram a tentar preparar-me para me ir mentalizando, de que podia engravidar, mas também podia nunca engravidar e não era por causa disso que a minha vida acabava, que havia alternativas!!!!
Não foi fácil, durante uma temporada eu não queria aceitar que não podia ter um filho biológico, era injusto eu que não faço mal a ninguém , não merecia tal castigo!!
Para mim foi como me arrancarem um pedaço de mim, foi muito doloroso!!!!
Mas os messes foram passando e os tratamentos continuavam a não dar certo, e aos poucos e com a ajuda do meu marido, lá me fui mentalizando da dura realidade e que havia outras alternativas para ser mãe, já que não seria mãe biológica ia com certeza ser mãe do coração.
Tinha receio da reacção da minha família e de alguns amigos e de mim também, mas hoje já tudo passou com a ajuda do meu amorzito e das técnicas da adopção.
Hoje não tenho qualquer problema nem receio em relação á adopção!!
Existe com certeza um menino/a com muitas dificuldades, á aguardar uma mãe e um pai que lhe dê todo o amor, carinho, afecto e atenção que nós temos para dar e também receber.
O destino pregou-me uma partida, mas de certeza que vou ser compensada com uma alegria. Parir é dor, criar é amor e não há nada mais recompensador do que adoptar uma criança.
Assim vou realizar o meu desejo de ser mãe, mas também vou fazer uma criança feliz.


6 comentários:

Eu... disse...

Amiga, vais ser compensada com toda a certeza do mundo, com muito amor, esse que tu também tens para dar!

Um grande beijinho!
Cakuxa

.::Silvie::. disse...

Querida Paula,

Concerteza que vais ser compensada :) :) Vais ter um filho do coração que muitas alegrias te vai dar :)

Tudo de bom :)
bjinhos

Orange disse...

Para ser mãe, basta que haja muito amor para dar.
Existem tantas crianças a desejarem uma família... Com certeza serão muito felizes!
Desejo-lhe/te tudo de bom!!!

Casa com Limoeiro disse...

és linda ;)

Time Traveller disse...

Vim cá ter... já nem sei como :)
Passei pelo mesmo que tu... tratamentos e tratamentos falhados... uma dúzia deles, no mínimo :(
Só que eu desisti.
Não só acredito, como tu dizes em muitos posts (sim, li o teu blog inteirinho!), que há um tempo certo para tudo; como também acredito que se não foi era porque não tinha de ser. E de nada vale lutar contra a maré. Podemos tentar algumas vezes, mas depois temos de olhar em frente e seguir caminho.
A adopção foi sendo adiada, adiada... Talvez porque passámos tantos anos sem vivermos a 100% (era só tratamentos), resolvemos gozar a vida. E nestes últimos 4 anos mudámos de casa, investimos nas nossas carreiras profissionais e nas nossas formações académicas e quase que demos a volta ao mundo!
Agora, passado este tempo todo de descanso... voltou o desejo de ser mãe. E ler este teu blog avivou-me esse desejo ainda mais.
A opção tem de passar pela adopção. Espero ter tanta sorte como tu. Mas não demorar a ter o meu filhote comigo. Até porque só quero uma criança com mais de 5 anos e isso deve aligeirar o processo, já que são as menos desejadas.
Vim aqui escrever este comentário no teu 1º post deste blog pois achei que era simbólico.
Parabéns!
E votos de felicidades!

Unknown disse...

Olá. ... vi a pouco algo teu no face ... e resolvocês vir ver do que se tratava ... conclusão. .. Já li o teu blogue todo ... aqui desfeita em lágrimas. ..