domingo, 19 de setembro de 2010

Magoada


Muito magoada é assim que me sinto neste momento.
Eu trabalho com cerca de 30 pessoas e uma dessas pessoas em conversa comigo sobre aquele rapaz que matou a mãe á facada, disse-me directamente assim:
" - ele matou a mãe porque é adoptado, as pessoas adoptadas são selvagens , são como os ciganos, a ruindade já lhe corre no sangue..."
Eu passei-me dos carretos, respondi-lhe como ele merecia, apetecia-me bater-lhe, uma colega que estava comigo mandou-me calar e não lhe ligar, e foi o que fiz, juro se não estivesse no meu local de trabalho, não sei o que lhe fazia...Eu sei que é a opinião dele, mas custa muito ouvir , magoa mesmo! Não sei como ainda existem pessoas assim.
Também não entendo qual foi a ideia da comunicação social colocar a notícia a dizer "filho adoptivo mata mãe", para que foi o filho adoptivo?Porque não meteram só "filho mata mãe"?
Que eu saiba um filho biológico também pode matar a mãe! A própria comunicação social é que faz que as pessoas tenham uma ideia errada sobre a adopção!
Bolas , estou cá numa pilha de nervos ..
.

23 comentários:

Sirac disse...

olá linda, não ligues a essa malta não vale nada. Os filhos são o reflexo dos pais....mãe não é só quem dá á luz mas é quem cria. Infelizmente ás vezes ouvimos coisas.....
Beijocas grandes

Sandra

Sofia disse...

Plha amiga, sei de 2 casos que mataram familiares directos, de sangue...
Não ligues mas que doí, isso doí!!!!Mas concordo contigo. Não se deve fazer distinção se é adoptado ou não.
Beijinhos
P.S. Também me apetecia bater nele...

NatáliaC disse...

querida tenta ultrapassar isso e não ligues a essas pessoas mal formadas que, nem devem saber o que dizem... compreendo a tua dor e revolta, mas tenta dar ao desprezo pois não merecem a tua tristeza!! bjs e boa semana

Anónimo disse...

Compreendo-te perfeitamente. Eu também fiquei em estado de choque com o ênfase que deram ao facto do rapaz ser adoptado. Mas é como já disseram aqui. Não se pode ligar. Esse tipo de associações prova o quanto as pessoas são mal formadas.
Gina
maçã dentada

Susana Pina disse...

Infelizmnete existem pessoas muito más nesta vida e o melhor é de facto o desprezo.
Mãe não é aquela que pare, é aquela que cria, que dá amor, que se preocupa todos os minutos.

Força amiga.
Um bj enorme
Susana

SoNhAdOrA disse...

Mãe não é aquela que dá à luz, mas sim aquela que cria....

Pessoas parvas....
Vivemos num mundo racista a todos os niveis

Um bjinho muito grande

Hasta

Sarokas disse...

mãe é quem cria e não quem carrega!
não ligues pois infelizmente vivemos numa civilização racista e preconceituosa!

Miranda disse...

Querida
Não ligue para o que os ignorantes dizem. Infelizmente vivemos num mundo onde sempre iremos nos deparar com esses tipo de noticias. Agui no Brasil é um tal de filha matar mãe, mãe matar filho. Este tipo de coisa vem da educação e da criação. Imagino o quanto deve ter doido escutar um horror deste.
Maldade não vem no sangue, nasce no coração das pessoa, e esta pessoa deve ter o coração cheio de maldade.

Um grande beijinho

Miranda

Vânia e Mariana disse...

+e inadmissivel que as pessoas pensem assim...é triste....porque é obvio que pai e mãe é quem nos cira, quem nos da carinho, quem cuida de nós quando estamso doentes, quem esta lá nos bons e mais momentos...e nem quem nos tem...
Ignora.

beijinhos,

Rosalino disse...

Infelizmente a própria sociedade é que vai discriminando as coisas.
E neste caso os primeiros a discriminar são os próprios jornalistas.
Pois a noticia á a morte da mãe pelo filho.
Isso sim é uma cruel noticia.
Agora discriminar incutindo nas pessoas que o assassínio é feito porque o filho é adoptivo.....

Que podemos nós fazer quanto a isso, se a própria imprensa é que vai rotulando as pessoas como lhes dá mais jeito?

Dar ao desprezo esse tipo de opiniões é o que se pode fazer melhor.

Esquece esse tipo de pessoas.
Não merecem credibilização de opinião...

Rosalino

Maria Pereira disse...

Realmente há pessoas muito estupidas e tacanhas e é isto que posso dizer dessa pessoa. Mas não ligues, não vale a pena apesar de eu saber que custa fazer de conta que não foi nada connosco

Um beijo

Pelos caminhos da vida. disse...

Infelizmente a maldade existe e está por ai.

Aproveitando para dar uma voltinha pela blogsfera e conhecer novos espaços, novas pessoas e porque não fazer novas amizades.

Fica aqui o convite para conhecer o meu blog, será um prazer te ver Pelos Caminhos da Vida.

Um gde abraço.

beijooo.

Joni disse...

Compreendo perfeitamente, porque também eu quando li a noticia comentei a relevância da palavra adoptado...
Qual é o interesse, para alem do sensacionalismo , de se saber que o rapaz é ou não adoptado?
Será que não se ouve a toda a hora histórias semelhantes referentes a filhos biológicos? (infelizmente... sim)
O meu menino é adoptado... sabe-o, sempre soube e lembra-se de ter vivido na "Ajuda de Berço". Inclusivamente, até ao ano passado íamos lá pelo Natal levar prendas aos meninos. Agora ele já não quer.
Mas claro que, no País de curtas visões em que vivemos, todas as minorias são discriminadas...
Eu sou canhota, toda a vida me deparei com a dificuldade de tudo ser feito à imagem dos dextros... (e isto, de ser canhota, é um assunto insignificante).
Quando falamos de coisas que realmente interessam, aí a discriminação vem um bocadinho mais à tona e ajuda a noticias que procuram ter títulos sensacionalistas como a deste rapaz que matou a mãe.
Para o meu menino eu não sou "mãe adoptiva" sou a "mãe", "mãezinha", "mamã", "mãe João"

Acho que me alonguei um bocadinho....

Fica aqui um beijinho e tenta não ligar a comentários de quem não é minimamente informado.

.::Silvie::. disse...

Puxa! :( Ninguém merece ouvir essas coisas, mas o melhor mesmo é ignorar! (embora por vezes seja difícil, eu sei...)

Mãe é quem cria, educa, dá afecto, carinho, amor!! Mãe, és tu!! :)

Um grande beijinho

Mikas disse...

Já ouviste dizer que a mão que embala o berço é a mão que governa o Mundo? Borrifa-te nessa tua colega estúpida e não lhe ligues. Que insensibilidade sinceramente. As pessoas falam assim pk com elas correu sp tudo bem, ai ai isso mete-me ca uns nervos:S
Eu acho que adoptar é uma das melhores acções do mundo e para mim um filho adoptado não tem diferença de um biologico. Aproveita é a criança e esquece os anormais q temos neste mundo!
Bjs

Lena disse...

Nem sei o que dizer...A ignorancia e a estupidez das pessoas é tanta...que nao há palavras para desreer uma atitude dessas...

Acredita que também me apetecia bater nessa pessoinha mesquinha e sem formaçao...


Um beijinho muito grande p ti ep nosso J.

V disse...

esse tipo de pessoas nem sequer merece que percas tempo a pensar nas barbaridades que dizem.

Nykita disse...

Amiguita sinceramente até já iamgino quem tenha sido.... desprezo é simplesmente o que essas pessoas merecem , amiga não fiques magoada lembra-te que tens um filho lindo que te ama acima de ser teu biológicamente ou não.um beijinho mgrande xeio de carinho

Maruja disse...

Minha querida,
A forma como a comunicação social tratou a notícia também me repugnou. Foi, sem dúvida, tendenciosa e numa sociedade com tantos preconceitos a vários níveis, acho que este tipo de notícias em vez de formar, só deforma ainda mais o pensamento das pessoas.
Esse teu colega é um ignorante, sem dúvida.

Pai disse...

As vezes eu que sou tão liberal e tolerante questiono se nã situação actual não deveria de haver algum organismo que actuasse/penalizasse esta forma ridicula e puramente especulativa de dar notícias.

Muitos Parabéns pelo seu acto de adopção, não tenho qualquer dúvida de que amará essa criança tanto como se fosse seu filho biológico.
E ele a si da mesma forma.
Muitas felicidades.

CARLUXA disse...

Minha querida amiguinha, pouco tempo tenho para ir passando por aqui mas acredita que o meu coração está sempre contigo. Não quero que fiques assim sabes porquê, porque ignorância há por todo o lado até nos que se dizem os mais cultos. Serenidade é o que precisas para fazer criar esse pimpolho lindão. Quero que saibas que também eu conheço um exemplo exactamente ao contrário, a mãe tem vários filhos entre eles uma menina de cor adoptada, hoje velhinha é apenas com esta que ela pode contar.
Um beijinho e mta paz miga.

HAZEL disse...

A comunicação social não olha a meios para fazer notícias. E as pessoas são cruéis.
Não ligues (embora seja difícil não ligar, eu percebo).

beijinho

A tua mamã! disse...

Pessoas mal formadas são assim!!!
Sei que no dia em que conseguir adoptar uma criança o vou amar da mesma maneira que amo o Matias!!!
Se eu já pensava assim, depois de ter sido mãe tive a certeza que o amor por um filho não aparece de um minuto para o outro o amor cresce dia a dia!!!